PELE OLEOSA – Alimentos que ajudam a diminuir o excesso de brilho

A pele oleosa é muito comum no Brasil, e o motivo é por ser um país tropical com um clima que varia muito e, para ajudar a controlar a pele oleosa, a dieta deve ser rica em nutrientes como as vitaminas A, C e E, que são antioxidantes poderosos e que também atuam equilibrando a produção de sebo pelas glândulas sebáceas.

como a alimentação pode influenciar na pele

A alimentação se relaciona com qualquer questão que envolva o ser humano, no caso da pele é o que se ingere que ditará qual a situação dela. Alguns alimentos estimulam a produção de sebo, geralmente por serem gordurosos, mas existem outros que ajudam a conter a oleosidade da pele e ainda dão mais vida.

Para te auxiliar no processo de boa escolha dos alimentos para a prevenção de uma pele oleosa, separamos os que ajudam para o controle de excesso de brilho.

Os alimentos que beneficiam

  • Cenoura: É rica em ácido lipóico, que revitaliza o rosto e ainda ajuda a pegar uma corzinha quando for se bronzear.
    Frutas vermelhas (morango, amora e framboesa): Essas frutas são abundantes em cianidina e vitamina C, esses componentes ajudam a combater o envelhecimento precoce da pele, o excesso de oleosidade, a formação dos cravinhos e acne. Ainda de quebra essas frutas atuam na produção de colágeno, que mantém a pele livre das terríveis listras brancas (estria).
    Iogurtes: É bastante rico em bactérias do bem que regulam o intestino. Ele garante a vitalidade da pele, dá equilíbrio ao organismo e ainda atenua o efeito das olheiras.
    Uva: Cheia de propriedades diuréticas e laxativas, a uva estimula o fígado, o que resulta na boa disposição e na pele mais bonita. Essa fruta além de ser deliciosa previne o envelhecimento precoce da pele.
    Água: Está em primeiro lugar quanto aos alimentos que ajudam a conter a oleosidade. Ela mantém a pele hidratada, mas não com o aspecto gorduroso. Ingerir no mínimo dois litros de água por dia e lavar o rosto constantemente irá controlar o brilho em excesso da pele.

 

Fuja de açúcares simples e gorduras saturadas

O açúcar refinado exige muita insulina para ser digerido pelo organismo. Esse hormônio pega a glicose que está no sangue e coloca dentro das células, o que pode gerar inflamações, derrubar nossa imunidade e favorecer o aparecimento tanto da acne quanto de outros problemas de pele.

Pessoas que já têm predisposição à pele oleosa e acne também devem evitar gorduras saturadas, pois elas alteram a produção hormonal, aumentando o risco de aparecerem espinhas. É uma ação conjunta – pessoas que consomem muito açúcar e gorduras saturadas, mas poucas vitaminas, possuem riscos maiores ainda de apresentarem acne.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco × 5 =